Visitantes

segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Questões: População

Conteúdo: Demografia, Indicadores Sociais, Teorias sobre o crescimento da população.
Série: 1º e 3ºano do Ens.Médio


01. [UEL-PR]  A população mundial está concentrada sobretudo nos países subdesenvolvidos, ainda que alguns desenvolvidos estejam entre os mais populosos. Em termos absolutos, qual é o continente mais populoso?
(A).   Oceania.
(B).   Ásia.
(C).   Europa.
(D).   África.
(E).   América.

02. Observe a charge.

O ritmo do crescimento demográfico da espécie humana perante os recursos naturais disponíveis no planeta gera polê­mica entre cientistas há, pelo menos, dois séculos.
A ilustração expressa uma perspectiva sobre o crescimen­to da população mundial coerente com a seguinte teoria de­mográfica:
(A).   liberal.
(B).   malthusiana.
(C).   marxista.
(D).   neomalthusiana.
(E).   reformista.

03. [FAAP-SP]
Os índices de analfabetismo são alarmantes. O ser humano fica impossibilitado de desenvolver as suas potencialidades, de conhecer os fatos, de comparar, de enxergar melhor o mundo que está em sua volta e ao qual ele pertence.
É mais provável que o texto anterior possa ser aplicado a milhões de pessoas que vivem na:
(A).   África e América Anglo-Saxônica.
(B).   Europa e América Anglo-Saxônica.
(C).   América Latina e Rússia.
(D).   Ásia Meridional e Europa.
(E).   África e América Latina.

04. [PUCCamp-SP]  Considere o gráfico apresentado a seguir.

A análise do gráfico e seus conhecimentos sobre a população mundial permitem afirmar que os atuais índices de aumento da produção mundial de alimentos:
(A).   não eliminam a fome das áreas pobres uma vez que os maiores aumentos na produção ocorreram nas áreas desenvolvidas,  beneficiando uma pequena parcela da população mundial.
(B).   reduzem consideravelmente o problema da fome, sobretudo nos países com acentuada vocação agrícola.
(C).   refletem o esforço realizado pelos países de mais avançada tecnologia, no sentido de promover uma revolução agrícola em nível mundial.
(D).   revelam a eficiência de programas conjuntos de controle de natalidade e desenvolvimento agrícola realizados nos países subdesenvolvidos.
(E).   tornam a teoria malthusiana definitivamente ultrapassada, possibilitando à população voltar a crescer aos níveis anteriores aos de 1950.


05. (UFPE) Um estudo sobre a dinâmica e a distribuição da população de uma determinada área é realizado a partir do conhe­cimento e da compreensão dos seus indicadores demográficos. Em relação a alguns desses indicadores, analise as proposições abaixo.
    I. [      ] A densidade demográfica é obtida a partir da divisão da superfície territorial de um lugar pela sua população absoluta.
  II. [      ] A taxa de fecundidade é um indicador populacional que influencia diretamente o comportamento de um outro indicador, o da natalidade.
III. [      ] A taxa de mortalidade infantil identifica o número de óbitos de crianças menores de um ano.
IV. [      ] O crescimento vegetativo é calculado com base nas taxas de natalidade, mortalidade e migração.
  V. [      ] O superpovoamento de uma área não é identificado apenas pela densidade demográfica, mas também pelas condições socioeconômicas existentes.
As alternativas verdadeiras são:
(A).   I e IV apenas.
(B).   I, II e III apenas.
(C).   I, III, IV e V apenas.
(D).   II, III e IV apenas.
(E).   II, III e V apenas.

06. [FEI-SP] Observe atentamente as pirâmides etárias da população brasileira que se encontram a seguir:

(A).   a primeira pirâmide populacional é típica de um país em desenvolvimento – maioria da população é jovem –, já a segunda aponta para um país subdesenvolvido, onde as altas taxas de mortalidade infantil fazem com que a população mais jovem “encolha”.
(B).   as melhores condições de vida no campo geraram um aumento de expectativa de vida da população, mas não tiveram impacto sobre as elevadas taxas de natalidade, que matém ainda o país como predominantemente jovem.
(C).   as pirâmides mostram que o Brasil, ao longo dos trinta anos que se passaram, efetuou a chamada transição demográfica, apresentando um envelhecimento de sua população.
(D).   devido ao elevado número de jovens do país as alterações ocorridas na distribuição etária da população brasileira ao longo desses trinta anos não provocaram impacto algum na economia brasileira.
(E).   não existem alterações substanciais na distribuição da população brasileira, já que a taxa de natalidade se manteve constante ao longo do período.

07. [UFRGS-RS] Assinale a alternativa que preenche correta e respectivamente as lacunas do parágrafo abaixo, na ordem em que aparecem. Caso os componentes demográficos (fecundidade, mortalidade e migrações) do Brasil continuem apresentando, nas próximas cinco décadas, comportamento similar ao atual, a pirâmide etária brasileira, em 2050 apresentará base _____________, altura ___________ e topo _______________.
(A).   estreita – grande – estreito
(B).   estreita – pequena – estreito
(C).   estreita – pequena – largo
(D).   larga – grande – largo
(E).   larga – pequena – estreito

08. [UFSC] Com base na tabela que trata da população absoluta e relativa dos países mais populosos do mundo e nos seus conhecimentos sobre esse assunto, assinale a(s) proposição(ões) correta(s).

      I.     O Brasil é um país bastante povoado.
    II.     O Brasil é um país bastante populoso.
  III.     O Brasil é um país populoso e bastante povoado.
  IV.     Comparado aos principais países mais populosos do mundo, o Brasil possui baixa população relativa.
    V.     Por ser um país bastante povoado, o Brasil não exige políticas de desenvolvimento regional para a ocupação do território.
Estão corretas as alternativas:
(A).   I e III apenas.
(B).   I, III e V apenas.
(C).   I, II e V.
(D).   III e IV apenas.
(E).   II e IV apenas.



09. [UEL-PR] Sobre a economia e o desenvolvimento brasileiros na atualidade, é correto afirmar que:
(A).   a atual renda per capita permite classificar o poder aquisitivo dos brasileiros como muito elevado.
(B).   a esperança de vida do brasileiro é a mesma em todo o território nacional.
(C).   a geração de renda proporcionada pela economia informal é relevante para o desenvolvimento do país.
(D).   o atual nível de desenvolvimento brasileiro não foi acompanhado por mudanças de práticas culturais nem de hábitos de consumo, os quais permanecem semelhantes aos que existiam nos anos 50.
(E).   o setor primário já não exerce influência na balança comercial brasileira e, portanto, não interfere no nível de desenvolvimento do país.

10. [Unirio-RJ] A cidade reflete as contradições da sociedade que a produz. No relato de seus habitantes, é possível se perceber a lógica perversa do sistema.
“Quando eles se cansavam de andar pelas ruas,
eles pediam:
– Mãe, eu quero ir para casa!
Aí eu tinha que explicar pra eles: nós não temos
casa, até eles se acostumar…”
Wagner Celestino. Cortiços: uma realidade que ninguém vê.
Analisando o texto anterior, podemos constatar que o(a):
(A).   processo de ocupação dos espaços urbanos demonstra o caráter igualitário da sociedade.
(B).   crescimento populacional é o grande responsável pela situação de miséria, e o controle da natalidade  é a única solução.
(C).   atuação do Estado tem sempre a intenção de democratizar o acesso aos serviços públicos essenciais.
(D).   exclusão social está presente na paisagem urbana, não respeitando nem mesmo as áreas nobres.
(E).   especulação imobiliária promove a segregação do espaço urbanizado, gerando, assim, a igualdade social.

11. Fuvest-SP
“O crescimento populacional contemporâneo é responsável pela estagnação econômica do Terceiro Mundo.”
“Os altos investimentos demográficos desviam os escassos recursos de capital do investimento produtivo.”
“O planejamento familiar visa a alterar as taxas de fertilidade sem precisar modificar as estruturas fundamentais da sociedade.”
Essas afirmações integram uma doutrina demográfica:
(A).   terceiro-mundista.
(B).   neomarxista.
(C).   neomalthusiana.
(D).   muçulmano-xiita.
(E).   clerical-progressista.

12. [UFPR] Seguem abaixo algumas medidas que permeiam a discussão sobre o problema da exclusão social. Assinale a que estaria em consonância com a teoria de Malthus, segundo exposta no texto de referência.
(A).   Alfabetização de adultos.
(B).   Bolsa-escola.
(C).   Cesta básica.
(D).   Esterilização de mulheres de baixa renda.
(E).   Qualificação profissional.

13. Qual do slogans a seguir poderia ser utilizado para defender o ponto de vista dos reformistas?
(A).   “Basta mais gente, que o país vai pra frente”
(B).   “Com saúde e educação, o planejamento familiar virá por opção!”
(C).   “Controle populacional já, ou o país não resistirá.”
(D).   “População controlada, país rico.”
(E).   “População menor, educação melhor”.

14. Qual dos slogans abaixo poderia ser utilizado para defender o ponto de vista neomalthusiano?
(A).   “Controle populacional – nosso passaporte para o desenvolvimento.”
(B).   “O crescimento gera fraternidade e riqueza para todos.”
(C).   “População abundante, país forte.”
(D).   “Sem reformas sociais o país se reproduz e não produz.”
(E).   “Justiça social, sinônimo de desenvolvimento.”

15. Eles fazem parte de uma corrente que defende Teorias Marxistas Demográficas e consideram a própria miséria como responsável pelo acelerado crescimento da população. Por isso, defendem propostas socioeconômicas onde seja possível a elevação do padrão e da qualidade do nível de vida. Estes teóricos são:
(A).   Os Antinatalistas.
(B).   Os Reformistas.
(C).   Os Malthusianos.
(D).   Os Neomalthusianos.
(E).   Os Alarmistas.

16. (ESPM) Observe a afirmação:
Há somente um homem excedente na Terra: Malthus.
P. J. Proudhon
Com essa frase, o líder anarquista procurava criticar:
(A).   a tese de que a diminuição gradual da população, a partir das mudanças implementadas pela Revolução Industrial e urbanização, comprometeria o chamado “exército de reserva”.
(B).   a tese do crescimento geométrico da produção alimentar em contraposição ao crescimento aritmético da população.
(C).   os marxistas que faziam a apologia do crescimento demo- gráfico do proletariado como estratégia revolucionária.
(D).   a tese reformista em não reconhecer que o crescimento demográfico descontrolado supera e compromete a produção alimentar que cresce em ritmo aritmético.
(E).   a tese demográfica proposta por Thomas Malthus em atribuir ao crescimento demográfico a responsabilidade pelas mazelas sociais.

17. (UFRR) O envelhecimento da população está mudando radicalmente as características da população da
Europa, onde o número de pessoas com mais de 60 anos deverá chegar nas próximas décadas a 30% da população total. Graças aos avanços da medicina e da ciência, a população está cada vez mais velha.

Isso ocorre em função do:
(A).   Aumento da longevidade e do crescimento vegetativo.
(B).   Aumento da natalidade e diminuição da longevidade.
(C).   Crescimento vegetativo e aumento da taxa de natalidade.
(D).   Declínio da taxa de mortalidade e diminuição da longevidade.
(E).   Declínio da taxa de natalidade e aumento da longevidade.


18. (MACK)
O Brasil em 2020
Será, é claro, um Brasil diferente sob vários aspectos. A maior parte deles, imprevisível. Uma década é um período longo o suficiente para derrubar certezas absolutas (ninguém prediz uma Revolução Francesa, uma queda do Muro de Berlim ou um ataque às torres gêmeas de Nova York). Mas é também um período de maturação dos grandes fenômenos incipientes — dez anos antes da popularização da internet já era possível imaginar como ela mudaria o mundo. Da mesma forma, fenômenos detectáveis hoje terão seus efeitos mais fortes a partir de 2020.
 David Cohen, Revista Época, 25/05/2009

 Com base no enunciado, observe as afirmações abaixo, assinalando V (verdadeiro) ou F (falso).
(     ) A diminuição da fecundidade no Brasil deve-se às transformações econômicas e sociais que se acentuaram na primeira metade do século XX devido à intensa necessidade de mão de obra no campo, inclusive de mulheres, fato este que elevou o país ao patamar de agrário-exportador.
(     ) Devido à mudança do papel social da mulher do século XX, ela deixa de viver, exclusivamente, no núcleo familiar, ingressando no mercado de trabalho e passando a ter acesso ao planejamento familiar e a métodos contraceptivos. Esses aspectos, conjugados, explicam a diminuição vertiginosa das taxas de fecundidade no Brasil.
(     ) As quedas nas taxas de natalidade de um país levam, ao longo do tempo, ao envelhecimento da população (realidade da maioria dos países desenvolvidos). Neste sentido, verifica-se uma forte tendência a um mercado de trabalho menos competitivo e exigente, demandando menos custos do Estado com os aspectos sociais.

Dessa forma, a sequência correta, de cima para baixo é:
(A).   VVV.
(B).   FVV.
(C).   VVF.
(D).   FVF.
(E).   VFV.


19. (UFG-GO) As migrações atuais de trabalhadores oriundos dos países pobres em direção aos países ricos têm como causas:

(A).   a desigual densidade demográfica nos países pobres e a boa qualidade de vida nos países ricos.
(B).   o desemprego estrutural nos países pobres e a alta produtividade tecnológica dos países ricos.
(C).   a competição pelo mercado de trabalho nos países pobres e o aumento do trabalho informal nos países ricos.
(D).   o crescimento de conflitos sociais no cam¬po, nos países pobres e a estabilidade econômica nos países ricos.
(E).   a crise do emprego e dos salários nos paí¬ses pobres e o interesse dos países ricos pelos salários baixos do migrante.


 20. (UNIFESP) Na Espanha, casais recebem 2500,00 euros caso gerem um filho ou adotem uma criança. Além disso, o governo socialista legalizou cerca de 3 milhões de imigrantes ilegais nos últimos anos. Estas ações podem ser justificadas pela
(A).   ausência de mulheres em idade reprodutiva.
(B).   estagnação do crescimento econômico no país.
(C).   necessidade de repor mão-de-obra.
(D).   participação de mulheres no alto escalão do governo.
(E).   pressão popular para cumprir promessas de campanha.



Nenhum comentário: